terça-feira, 22 de julho de 2008

España, una sola nación de ciudadanos.

Quando falamos de nacionalismo espanhol sempre se nos vai a cabeza a pensar na ultradereita, ou nom tan ultra, mas também hai casos de esquerda ou ultraesquerda espanholista, um bom exemplo e o posto hoje aquí, ainda que poderia pôr qualquer outro.

Em primeiro lugar: Nom por ser nacionalista, já seja basco, catalám, galego ou de qualquer naçom sem estado, tés de ser de dereitas (podes sê-lo, nom o nego), defender a burguesía, ao capitalismo ou qualquer manifestaçom rancia-conservadora.

Em segundo lugar: Eu nom quero uma Espanha melhor, eu o que quero é uma Galiza melhor, ceive e socialista e solidária, isso si, cada povo que lute polo seu, se se pode ajudar, ajuda-se, mas fazer nós tudo o trabalho para que venham outros levar os benefícios, isso nunca, já bastante fama temos de parvos. Solidários si, parvos nom.

Em teceiro lugar: Já estou até os colhons, perdom polo palavro, mas é o que sinto, de que nos ignoren e que nos tenham à marge em tudo, por exemplo e ainda que semelhe uma parvada, o outro dia num espaço de Antena 3, chamado "Crono, el buen estado de las playas" falavam de Espanha como o estado com mais bandeiras azuis. A continuaçom, falava-se do bom tempo que fazía polo Levante para terminar dizendo que polo norte ia chover. Em nengum intre dixerom que Galiza é a "regiom" que mais bandeiras azuis tem do mundo e que aqui, mais concretamente nas ilhas Cies, está a praia com a auga mais limpa, isso nom o dim porque igual podemos ganhar-lhe algo do turismo ao Mediterráneo.

Como dixo Castelao: "Estamos fartos de ser uma colónia", mas tampouco queremos ser vasalos nem da igreja, nem do exército, nem da economia, nem de nada. O povo galego tem de entender duma vez por todas que o melhor para nós, por ser tradicionalmente marinheiros e labregos (ainda que isso está a trocar) é sermos uma naçom economicamente marxista, único sistema que defende realmente os interesses do povo.

E para acabar, basta já dos tópicos, como que os galeg@s somos ignorantes, imbéciles, que o nosso acento é gracioso...

Viva Galiza ceive e socialista!!!

O texto foi tirado de: http://www.fotolog.com/gueceteiro/18984370

3 pingas caídas nesta terra:

bagoas insomnes disse...

Ola!
atopoche na rede despois das tuas verbas ditas no espazo do amigo modesto fraga!

Pois nada máis, un espazo máis nestes ríos dixitais onde navegar a traición do vento!

un saúdo!

bagoas insomnes disse...

jeje1
i eu alegrome de coñecer dende hai ben anos xa, uns 10 fai este aniño, o Modesto Fraga!
Amigo, persoa especial na miña vida, e da miña familia, compañeiro de andanzas e membro xa do lestón!

unha vez máis, un saúdo, e non sabes canto me alegro que o modesto estudie na Compostela!

Un saúdo, q aínda q non te coñezo, as ser boa xentiña!

saúdos dende Castrelo de Miño!

O Garcia do Outeiro disse...

Pois, si irmao Brais VIVA GALIZA CEIVE E PODER POPULAR com todo o que isso significa e nom simplesmente como umha arenga sem conteúdo algum.

Recebe umha aperta irmandinhA,

NÓS SÓS!!!